Música Para Os *Bad Vibes*

Oi oi people, tudo bem com vocês? Ultimamente eu tenho curtindo muito músicas e bandas alternativas e é sobre isso que vou falar no post de hoje.

No meu ponto de vista a música é uma das melhores formas de expressar tudo o que não sabemos colocar em palavras. Muitas vezes estou sentindo algo que nem eu sei direito o que é, mas ai o aleatório do spotify acerta em cheia aquela música que parece que foi escrita pensando em mim! Não existe nada melhor do que ouvir o que você queria saber falar.

Há alguns artistas bem alternativos que eu amo, mas nem são tão conhecidos, outros muitas pessoas conhecem mas poucas gostam, são esses que eu vou mostrar pra vocês hoje.

Então vamos lá!!!!!

1. Lana Del Rey:

Quem não conhece essa mulher né? Quem pensa que ela sumiu depois de lançar Born To Die não sabe o que está perdendo. Música após música e álbum após albúm Lana só esta caprichando cada vez mais em suas letras e vídeos melancólicos; perfeitos para curtir aquela vibe “queria ✩ morta”.

2. Halsey:

Nem preciso falar muito sobre essa mulher que simplesmente explodiu nas paradas no começo deste ano. Além dessa voz maravilhosa, Halsey também é cheia de letras mais alternativas e bad vives, mas nada que chegue ao nível da Lana. Acredito que muitas pessoas já leram uma frase dessa música do vídeo o nem sabem que é dela, a famosa

“You were red and you liked me ‘cause I was blue
You touched me and suddenly I was a lilac sky
And you decided purple just wasn’t for you”

Antes de conhecer ela eu conheci essa parte da música, nem preciso falar que foi amor a primeira vista!

3. Troye Sivan:

Comecei a ouvir as músicas dele a pouco tempo e já estou amando! Como sempre, as letras me chamam mais a atenção do que a música em si. Sem dúvidas seu estilo não é tão pra baixo, ele chega mais perto do pop, mas as letras não deixam de ser maravilhosas. Estou em um caso de amor muito serio com seu álbum Blue Neighbourhood.

4. Marina And The Diamonds:

Deixei por último a minha xodozinha. Sou apaixonada por ela há alguns anos mas antes ninguém conhecia, ninguém mesmo. Hoje em dia ela ainda não é tão famoso só que já é mais do que antes, principlamente depois de vir pro Lollapalooza. As músicas da Marina são uma crítica enorme ao padrão imposto principalmente sobre as jovens, o que faz dela uma mulher destruidora.

  • dica do dia: assistam todos os vídeos do álbum Electra Heart, da Marina. Assistindo todos os vídeos em ordem forma uma história sobre uma ‘personagem’, que representa o sonho americano, com um coração na bochecha. Acho que nunca vou superar o último vídeo do álbum(part.11).

Espero que tenham curtido o post de hoje.

Beijos, Bia

 

Mallu Magalhães

Não me lembro como, mas por sorte um dia eu conheci uma tal de Mallu Magalhães, que presente o destino me trouxe. Foi como me apaixonar sem medo. Nunca mais esqueci aquela voz.

Não sei ao certo por onde começar, então acho que primeiro vou apresentar a vocês quem é essa meninas que eu sou tão apaixonada assim!malluuuuMaria Luiza Magalhães tem 23 anos, é cantora, compositora e instrumentista. Ela é conhecida mundialmente e foi classificada como cativante pelo jornal New York Times. Além disso, Mallu é super original e arrasa quando o assunto é criar letra meigas, apaixonadas e incentivadoras.

Mallu é casada com Marcelo Camelo e eles formam uma banda juntos, a Banda do mar. Mas a maior parte do tempo ela investe em sua carreira solo, que é MA RA VI LHO SA.

malluuAs letra de suas músicas vivem aparecendo em legendas no instagram e em frases perdidas pelo facebook. Vale a pena conferir cada trecho de suas músicas e as mensagens que estão perdidas do meio delas. 

Vou aproveitar este post para colocar minhas cinco músicas preferidas ela:

  • Sambinha Bom
  • Olha Só, Moreno
  • Velha e Louca
  • Ô Ana
  • Casa Pronta

Beijos, Bia

 

Best♫

Oi oi, pessoal. Tudo bem com vocês?

Como vocês já devem ter percebido pelo título, no post de hoje eu vou falar minha músicas preferidas, aquelas que eu tenho um amorzinho e que eu posso ficar um mês sem ouvir que vão continuar especiais! Já vou deixando claro que eu gosto de umas bandas estranhas e meu gosto musical não é um dos mais populares.

Caso você ainda tenha algum interesse, aqui vai minha playlist xodó!

PLAY!

1. Amy Winehouse – Love Is A Losing Game:

 

2. Amy Winehouse – I Herd Love Is Blind:

 

3. Enegenheiros Do Hawaii – Eu Que Não Amo Você:

 

4. Pierce The Veil – Hold On Till May:

 

5. Pierce The Veil – A Match Into Water:

 

6. Mayday Parade – Stay:

 

7. A Day To Remember – If It Means A Lot To You:

 

8. Munford & Sons – Believe:

 

9. Pra Você Guardei O Amor – Nando Reis:

 

10. The Kill – Thirty Seconds To Mars feat. Pitty:

 

Espero que tenham curtido e aproveitem pra me seguir no spotify!

Beijos, Bia!

Músicas Feministas

Como todos já sabem, sou feminista e morro de orgulho de me intitular assim. Para quem é contra esse grupo, achando que não passamos de mulheres radicais que odeiam os homens, saem nas ruas com os seios de fora e acham que são superiores ao sexo masculino, mas vocês estão mais do que enganados.

Desde o início da história brasileira, ou melhor, da história mundial, as mulheres são objetificadas e  tratadas como inferiores e submissas. Com isso criou-se uma sociedade machista que considera normal desrespeitar as mulheres. Para combater essa realidade, mulheres corajosas e batalhadores iniciaram o movimento feminista, que hoje engloba pessoas de todos os sexos, com o intuito de mostrar à sociedade o verdadeiro valor de nós, mulheres.

No contexto atual, essa luta continua por varios meios, entre eles, a maravilhosa internet que nos permite espalhar pelo menos um pouquinho do que desejamos tornar o mundo. Uma sociedade justa e mais feliz. Então hoje decidi falar sobre músicas feministas que ajudam, de um jeito contagiante, a divulgar essas ideias.

Cada uma dessas músicas possui uma mensagem feminista, espero que vocês sintam a essência de cada uma delas. Então vamos lá!

 

1. Mariana Nolasco – Baile de Favela (resposta):

 

2. Pedro Pascual – Baile de Favela (resposta):

 

3. Tarja-Preto – Falsa Abolição: letra

 

4. Pitty – Desconstruindo Amélia: letra

 

5. Christina Aguilera – Can’t Hold Us Down: letra

 

6. Pagu – Rita Lee e Zélia Duncan: letra

 

7. Mc Soffia – Menina Pretinha: letra

 

8. Rita Lee – Cor Rosa Choque: letra

 

9. Alicia Keys – Superwoman: letra

 

10. ***Flawless ft. Chimamanda Ngozi Adichie: letra

Espero que tenham gostado dessas músicas e principalmente que vocês tenham tirado alguma coisa boa de cada uma delas, afinal, nunca é tarde para lutar pelos direitos das mulheres! Para quem se ineressou pelo movimento, conhecaçam algumas famosas feministas: Valesca Popozuda, Lady Gaga, Emma Watson, Taylor Swift, Lena Dunham, Beyonce, Ellen Page, Adele, Nicki Minaj, Pitty e Demi Lovato. 

“FEMINISMO TE LIBERTA”

Beijos, Bia

Meus Filmes Preferidos do Netflix

Hello, hello! Como eu já disse no título, o post de hoje será sobre os meus filmes preferidos entre os que estão no netflix. Então, sem enrolação! Vamos começar essa listinha:

O Silêncio dos Inocentes: 

“A agente do FBI, Clarice Starling (Jodie Foster) é ordenada a encontrar um assassino que arranca a pele de suas vítimas. Para entender como ele pensa, ela procura o periogoso psicopata, Hannibal Lecter (Anthony Hopkins), encarcerado sob a acusação de canibalismo.” Esse é mais um dos filmes da quadrilogia sobre Hannibal Lecter. De acordo com a ordem de lançamento dos filmes esse é o primeiro, mas de acordo com a ordem cronológica é o terceiro. Sem dúvidas um dos melhores filmes sobre crime.

Frida: 

“Frida Kahlo (Salma Hayek) foi um dos principais nomes da história artística do México. Conceituada e aclamada como pintora, ele teve um agitado casamento aberto com Diego Rivera (Alfred Molina), seu companheiro também nas artes, e ainda um controverso caso com o político Leon Trostky (Geoffrey Rush), além de várias outras mulheres.” Quando o assunto é Frida Kahlo eu sou suspeita. A conturbada e emocionante história desta pintora é contada de uma maneira incrível neste filme vencedor do Oscar de Melhor Trilha Sonora.

A Pele que Habito:

“Roberto Ledgard (Antonio Banderas) é um conceituado cirurgião plástico, que vive com a filha Norma (Bianca Suárez). Ela possui problemas psicológicos causados pela morte da mãe, que teve o corpo inteiramente queimado após um acidente de carro e, ao ver sua imagem refletida na janela, se suicidou. O médico de Norma acredita que esteja na hora dela tentar a socialização com outras pessoas e, com isso, incentiva que Roberto a leve para sair. O cirurgião pensa que a filha foi estuprada e elabora um plano para se vingar do suposto estuprador.” Sem dúvidas é um dos filmes mais incríveis que já assisti, uma história totalmente maluca e interessante.

Garota, Interrompida:

 

Em 1967, após uma sessão com um psicanalista que nunca havia visto antes, Susanna Kaysen (Winona Ryder) foi diagnosticada como vítima de “Ordem Incerta de Personalidade” – uma aflição com sintomas tão ambíguos que qualquer garota adolescente pode ser enquadrada. Enviada para um hospital psiquiátrico, ela conhece um novo mundo, repleteo de jovens garotas sedutoras e transtornadas. Entre elas está Lisa (Angelina Jolie), uma charmosa sociopata que organiza uma fuga.” Essa sinopse não precisa de mais nada. Um filme incrível, emocionante e contagiante.

Gabby Douglas:

“No Filme Online A História de Gabby Douglas, A história da ginástica fenômeno internacional que superou todas as adversidades para se tornar a primeira Afro-Americana em ginástica artística nos Jogos Olímpicos.” Uma história sobre superação e conquistas, sem dúvidas motivo de inspiração.

Chamada de Emergência:

“Jordan (Halle Berry) é atendente do sistema de emergência da polícia americana. Determinado dia, atende uma ligação de uma jovem assustada com o fato de que existe um homem tentando invadir sua casa. O caso acaba com o pior final possível e Jordan fica traumatizada. Anos mais tarde, ela se vê diante do mesmo criminoso, que agora ameaça outra garota, Casey (Abigail Breslin).” Passei o filme inteiro com o coração na mão, é um daqueles filmes que você fica doido querendo sempre mais.

Terapia de Risco:

“A trama gira em torno da jovem Emily Hawkins (Rooney Mara), que acaba de ver o marido (Channing Tatum) ser libertado da prisão por um crime de colarinho branco. Mesmo aliviada, Emily tem crises de depressão e busca a ajuda de medicamentos prescritos para conter a ansiedade. Ela também busca amparo num tratamento psicológico, lidando com profissionais (Jude Law e Catherine Zeta-Jones). O tratamento, por mais que comece de forma positiva, vai gerar consequências inesperadas na vida da jovem.” Tive que assistir duas vezes para entender este filme, não da para se distrair nem ficar mexendo no celular(como costumo fazer) enquanto o filme acontece. Um dos finais de filme mais inesperado que já vi!

Um Olhar do Paraíso:

“Susie Salmon (Saoirse Ronan) está voltando para casa quando é abordada por George Harvey (Stanley Tucci), um vizinho que mora sozinho. George a convence a entrar em um retiro, por ele construído. Lá dentro, Susie é assassinada. Os pais de Susie, Jack (Mark Wahlberg) e Abigail (Rachel Weisz), inicialmente se recusam a acreditar na morte da filha. Em meio às investigações, a polícia conversa com George mas não o coloca entre os suspeitos. Com o tempo Jack e Lindsey (Rose McIver), a irmã de Susie, passam a desconfiar de George. Toda esta situação é observada por Susie, que agora está em um local entre o paraíso e o inferno. Lá ela precisa lidar com o sentimento de vingança que nutre em relação a George e a vontade de ajudar sua família a superar o trauma de sua morte.” Esse filme é MARAVILHOSO! Já assisti umas mil vezes e não me canso nunca, sempre me sinto bem quando o assisto.

In Your Eyes:

“Rebecca (Zoe Kazan), a atônita esposa de um famoso médico e Dylan (Michael Stahl-David), um ex-condenado buscando recomeçar a vida, descobrem estar conectados. O casal pode ouvir e ver um ao outro. A partir desta ligação, Rebecca e Dylan iniciarão um inexplicável romance metafísico.” Muita fofura para um filme só, fiquei apaixonada pela história! Não muito realista como vocês podem perceber pela sinopse e pelo trailer, mas vale a pena assistir.

Espero que tenham gostado das dicas de filmes. Agora é só preparar a pipoca e bóra fazer um cineminha em casa?! Beijos, Bia